Hollywood em Caricaturas - Martin Scorsese

Para muitos críticos e cinéfilos, Martin Scorsese é considerado o "maior diretor vivo" ainda em atividade. Católico devoto, por pouco não tendo se tornado um padre, Scorsese estreou de fato no cinema comandando Quem bate a minha porta, longa que o colocou no great time formado por outros cineastas promissores nos anos setenta, como Brian de Palma, Francis Ford Coppola e George Lucas. Com Taxi Driver, de 1973, deixou a plateia de queixo caído exibindo um retrato cruel de uma Nova York fria e violenta. Já em New York, New York, 1977, conheceu seu primeiro fracasso de público e crítica, entretanto deu a volta por cima três anos depois com Touro Indomável - produção que ganhou grande reconhecimento da indústria e da Academia que indicou o filme em várias categorias no Oscar, inclusive melhor diretor. Martin Scorsese se firmou de vez entre os melhores diretores de Hollywood com Os Bons Companheiros - até hoje tido como o segundo melhor filme sobre máfia na história - atrás apenas de O Poderoso Chefão de Coppola. Com o amigo Robert Deniro foram oito parcerias, inclusive era para ser do ator o papel que ficou com Jack Nicholson em Os Infiltrados, que acabou com a fama de injustiçado do cineasta ao conferir para ele o Oscar. Em 2011 estreia Hugo - seu mais novo filme - que conta a história de um pequeno órfão na Paris dos anos 30 que vive escondido em um terminal ferroviário.





2 Response to "Hollywood em Caricaturas - Martin Scorsese"

  1. Eu sei que eu sempre digo isso, mas essas caricaturas NUNCA ficam parecidas com as pessoas que as originaram... São tão diferentes!! rsrsrs

    Kerygma says:

    Por isso que chama "caricatura", se ficassem iguais seria "fotografia" rsrs...

Postar um comentário

Powered by Blogger