Viajando pelo mundo - 30ª edição




O cinema polonês não é tão famoso quanto o de outras nações européias - no entanto sua trajetória é longa e promissora. Da nação que trouxe ao mundo Roman Polanski e Krzysztof Kieslowski - vem um dos principais representantes da cinematografia polonesa.



Andrzej Wajda





Filho de um oficial da cavalaria polaca, o cineasta Andrzej Wajda esteve envolvido com a pintura, antes de se matricular na Escola de Cinema de Łódź. Seu filme de estreia foi A Generation - contando a história de jovens que entraram em conflito contra a ocupação nazista da Polônia. No filme estava - atuando - o jovem Roman Polanski, com 22 anos na época. Paralelamente ao cinema, Wajda também passou a dirigir peças de teatro, tendo geralmente muito êxito. Bastante recorrente em seus filmes está a temática guerra, que serviu de premissa para o já citado A Generation, além de Kanał e Ashes and Diamonds. Quatro dos longas do diretor foram indicados ao Oscar na categoria Melhor Filme Estrangeiro, o último foi Katyn, sobre o massacre de oficiais poloneses encomendado pela liderança soviética nos anos quarenta e que fez desaparecer mais de 20.000 pessoas, dentre elas o pai do cineasta.




Cena de Katyn

2 Response to "Viajando pelo mundo - 30ª edição"

  1. Blake says:

    Realmente o cinema polonês não é muito famoso, mas foi bom saber um pouquinho sobre ele aqui.

    Obrigado por seguir o Sook!
    Espero que volte mais vezes por lá...
    Seguindo aqui também!
    BjO

    Kamila says:

    Deste diretor, só assisti mesmo "Katyn", que é um belo filme!

Postar um comentário

Powered by Blogger